11/10/2016

Uma Historia Meio que Engraçada - Ned Vizzini


- SINOPSE -

O que aconteceria se você descobrisse que a maior idealização da sua vida não era aquilo que você esperava? O adolescente Graig Gilner vai perceber que, até mesmo ao atingir um objetivo, nem sempre as coisas saem da forma como deveriam. Mas aprenderá também que, mesmo nas adversidades, é possível fazer novos amigos, se apaixonar e encontrar motivos para viver. Como muitos adolescentes
 determinados a vencer na vida, Craig Gilner acredita que asua entrada na Executive Pre-Professional High School de Manhattan é o passaporte para o seu futuro. Obstinado a ter uma vida de sucesso, Craig estuda dia e noite para gabaritar no exame de admissão, e consegue. A partir daí, o que deveria ser o dia mais importante da sua vida, acaba marcando o início de um sufocante pesadelo.


“Eu quero viver, mas também quero morrer. Que é que eu faço?”


Craig Gilner, um adolescente de 15 anos esta focado num objetivo: conseguir entrar na Executive Pre-Professional High School, uma das escolas mais conceituadas de Manhattan. E passou, já imaginou o sucesso que sua vida seria depois de entrar na escola, mas logo no começo a figura era outra. Ele não conseguia fazer a maior parte dos deveres que era obrigado e nunca estava tão bom quanto os outros alunos e a cobrança de si mesmo estava grande demais e começou a perder o controle das suas até que desenvolveu uma depressão. 

Cada vez tudo esta piorando e então ele começa a passar em clinas psiquiatras e podendo contar sempre com o apoio de sua família e ele começa a passar com a Doutora Minerva que o ajuda bastante e consegue se abrir mais sobre suas "âncoras" e "tentáculos" e passa um antidepressivo para ele tomar.


"O oposto dos Tentáculos são as Âncoras. As Âncoras são coisas que ocupam minha mente e me fazem sentir bem temporariamente. Pedalar minha bike é uma Âncora."

Quando Craig se sente no fundo do poço decide parar de tomar seu remédio e se jogar da ponte. Quando seu plano esta quase sendo posto em pratica ele decide ligar para o Centro de Prevenção ao Suicídio, logo que ele liga a mulher faz algumas perguntas pede para ele ir para  o pronto socorro mais próximo de casa. 

Logo que chega no hospital insiste para ser internado, até que os médicos pedem para que ele ligue pra sua mãe e ela assine uns papeis para que ele possa ser internado. 
Depois de esperar ele é finalmente internado na Ala de psiquiatria para adultos porque a dos jovens estava em reforma. Nessa ala ele teve a oportunidade de conhecer novas pessoas, novas historias e realidades muito diferentes da sua. Depois dos 5 dias que Craig ficou internado pode relembrar do que gostava de fazer: desenhar mapas em pessoas e levou as pessoas ao encanto e ficou muito (mais) famosos na ala por conta de seus desenhos, lá ele pode refletir das coisas na sua vida que eram realmente importante e quando saísse tomasse decisões certas.




Ned conseguiu escrever um livro com esse tema tão complicado com um bom humor incrível e de uma forma muito leve. 

Em vários momentos eu me via ali no lugar de Craig por conta da pressão que eu colocava em mim mesmo pra passar em uma escola e no final nem passei, mas não desenvolvi uma depressão só um sentimento de ser incapaz e ele passa por isso também e coloca muita pressão em cima de si mesmo porque não consegue ser bom igual aos outros e acaba acontecendo tudo que aconteceu com ele. 

Quando eu acabei o livro não achei que tivesse sido um livro maravilhoso, mas depois de algum tempo que eu lembrava dele e pensei na mensagem que foi passada e tudo se encaixou na minha cabeça. 

Acompanhar o Craig em toda essas coisas que ele passou foi incrível e amei a leitura 

O autor escreveu Uma história meio que engraçada em 2004 após ter passado 5 dias num hospital psiquiátrico. Pode-se dizer que muito do que é lido no livro é autobiográfico. Porém, em 2013, Ned acabou tirando a própria vida pulando do telhado da casa de seus pais, no Brooklyn - a mesma casa retratada no livro.


Bom gente, eu espero que vocês tenham gostado da resenha e até o próximo post. Beijos  ❤ 




32 comentários:

  1. Caramba, Biel, to lendo esse livro agora HUAISHIAUHSUIASH Eu adoro o filme e comprei o livro assim que lançou, tava ansiosa demais. Fiquei tristíssima sabendo que o autor faleceu </3 dá pra ver que muito do Craig foi tirado dele.
    Tô gostando bastante, e com certeza entrará para a lista dos melhores desse ano. beijos
    whoosthatgirrl.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Re,
      Ainda não vi o filme, mas estou bem interessado. Espero que você continue gostando da leitura <3

      Excluir
  2. Oi, Biel!
    Não conhecia o livro, mas fiquei muito interessada em lê-lo! Adorei saber como Craig superou seus problemas, não do modo que quase todo YA vem apresentando, o intenso romance adolescente. Muito triste em saber sobre a morte do autor :(
    Abraço!
    apenasumaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mari, que bom que gostou e é super sad a morte do autor :/

      Excluir
  3. Olá
    Essa é a primeira resenha que leio sobre esse livro e fiquei bem curiosa, especialmente porque não sabia nada a respeito. Imagino que seja uma otima leitura, especialmente pelo fato de haver uma exploração diante de uma temática tão séria, mas com um jeito mais divertido e até espontâneo eu suponho. Adorei poder conferir suas impressões e com certeza espero poder fazer essa leitura também.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Fer, espero que leia e goste da leitura :D

      Excluir
  4. Olá,
    Nunca tinha visto nada acerca do livro e achei a premissa bem interessante.
    Mês passado foi o Setembro Amarelo e conscientização em relação ao suicídio.
    Achei a premissa bem interessante e me chocou um pouco saber de como o autor acabou tirando sua própria vida. A obra, nesse contexto, para mim aparente ele contando o que iria fazer no futuro, meio que uma despedida.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Michele, eu finalizei a leitura no dia 1 de setembro, eu queria muito ter postado em outubro.

      Excluir
  5. Oi, tudo bem?
    Já vi a adaptação desse livro, mas na época não fazia ideia de que era uma adaptação, senão certamente teria lido o livro antes pois gostei muito da premissa. Apesar disso, quero ler o livro pois a história é muito gostosa e leve mesmo. Não fazia ideia de que o autor tinha se suicidado e fiquei um pouco triste em saber disso, é realmente uma pena.

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda, eu ainda não vi o filme, mas eu quero muito. Espero que você possa ler :D

      Excluir
  6. Olá, eu não conhecia o livro e mesmo não sendo o público alvo dele, achei a premissa interessante. A trama parece levantar questões importantes e que precisam ser melhor analisadas, não sei se eu o leria mas acredito que se o lesse a leitura poderia ser agradável. Gostei de poder conferir sua opinião sobre a obra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Beatriz, já que você se interessou eu espero que você leia e goste <3

      Excluir
  7. A capa do livro já é show, mas a premissa e o que chama mesmo a atenção. Fiquei curiosa com o fato dele ter escrito o livro após o curto período no hospital psiquiátrico e acho que isso agregará muito a leitura.
    Quero ler
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Ivi, eu fui saber disso só depois e o livro ficou muito mais real.

      Excluir
  8. Olá
    Se eu não estou enganado esse autor tem uma citação na capa de Apenas um Garoto (me corrija se estiver errado) Eu já vi a obra, mas nunca tinha parado para ver o que tem no livro rsrs. Depois de ler a sua resenha acho que irei curti muito essa obra, pois contém tudo o que eu eu espero de um bom livro. Quanto a capa eu achei ela muito linda! Até mais vê
    Abçs

    ResponderExcluir
  9. Olá!! :)

    Eu não conhecia o livro mas ainda bem que gostaste da leitura e de acompanhar o caminho do personagem ao longo da historia! :)

    E pena que não tenha sido uma leitura assim.. maravilhosa! Mas que bom que depois tudo se encaixou! :) Bem, não conhecia a historia do autor mmas realmente parece relacionar-se, sim, no livro! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Biel, tudo bem?
    Eu não conhecia o livro (e nem o filme, se é que tem kkk) mas achei a sua resenha muito completa e bem escrita. O tema é bem complicado, eu geralmente corro de livros com temáticas mais tristes, pesadas, porque mexem muito com o meu emocional kkk.
    Mas que bom que mesmo não sendo uma leitura maravilhosa, foi prazerosa para você!

    Beijos,
    Ana | Blog Entre Páginas
    www.entrepaginas.com.br
    PARTICIPE DO SORTEIO DE 1 ANO DO BLOG!

    ResponderExcluir
  11. Olá Gabriel,
    Que legal que o livro é leve e bem humorado. Achei muito bacana ser uma espécie de autobiografia e fiquei bem curiosa para ler, pois o livro parece ter sido muito bem construído.
    É muito legal quando achamos que um livro não é tudo isso, mas, conforme passa o tempo, vemos que a história é boa.
    Que pena que o autor acabou se suicidando, isso deu um toque triste à história pra mim.
    De toda forma, anotei a dica.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  12. Olá,
    Eu já vi o filme, mas não fazia ideia que tinha o livro! Amei o filme e agora que fiquei sabendo da obra estou curiosa para ler. Gostei de saber de que muito que é lido no livro é um pouco autobiográfico e me parece que o filme foi fiel ao livro em boa parte. Adorei poder conferir sua opinião e espero ler em breve o livro!
    http://www.virandoamor.com/

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem? Achei bacana o tema abordado nesse livro pois a depressão é o suicídio são assuntos que merecem atenção e cuidado mesmo. Vou deixar a dica anotada pois pretendo ler em breve.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  14. Não conhecia o livro, gostei do tema de suma importância ser tratado de maneira leve e com uma dose de bom humor, fiquei curiosa com o rumo, e vou tentar assistir o filme. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Esse é um tema bem pesado, mas sua resenha me mostrou que o livro é bem leve e passa mensagens boas. Não adianta nos cobrarmos tanto, isso não é saudável e pode nos levar a lugares que não queremos. Devemos fazer aquilo que gostamos aí sim nossa vida será feliz e plena. Sei que não é fácil, mas um dia a gente consegue.
    Adorei a sua resenha.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  16. Oi, Gabriel. Tudo bem?
    Olha, eu achei bem legal esse livro. Acho que ele consegue passar um pouco dessa fase complicada da vida que é a adolescência. Acho que deve ter sido uma ótima experiência para você, ainda mais por ser adolescente e também ter a mesma idade do personagem. Gostei da temática do livro. E olha, não é um tema simples de trabalhar. Mas pela impressão que tive e você também relata, o livro tem uma característica autobiográfica. Talvez o que ele passou tenha dado suporte para construir uma grande história. Saber que o autor, passou por depressão e acabou se suicidando é uma coisa muito triste. E é lamentável ver que ele conseguiu salvar o seu personagem, mas não foi capaz de salvar a própria vida. Achei a obra bem interessante e pretendo lê-la. Obrigado pela dica.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  17. Já li alguns livros com plots parecidos, mas esse parece ser bem mais interessante, principalmente por você contar que tem um toque de autobiografia. Sinto falta aqui no seu blog de fotos do livro, eu adoro ver mais um pouco da edição.

    ;D
    Nelmaliana Oliveira

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia o livro e fiquei muito curiosa com o mesmo, a premissa é interessante e é algo importante para ser abordado, pois é algo real e cada vez mais frequente, né? Muitos de nós se cobram tanto que acabam ficando depressivos mesmo. Além do tema abordado ser bacana, achei interessante o autor ter abordado isso com um bom humor. Enfim, vou marcar a dica, acredito que vou adorar e que pena o autor ter se suicidado :/

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem? Não conhecia o livro, mas fico feliz quando vejo obras com essa temática inserida na história. É um grande problema, que ainda não é tão falado quanto deveria. Achei bem bacana a forma do autor abordar esse assunto, um pouco diferente do que geralmente vemos. Obrigada pela dica, beijos.

    ResponderExcluir
  20. Olá! Também não fazia ideia que o filme tinha sido baseado em um livro, gosto bastante dele. É um tema bem pesado e real, hoje em dia vemos muitos casos relacionados à pressão de escola, vestibular, faculdade, é um assunto que nunca fica desatualizado. Leria com certeza, fiquei super triste por saber do autor :/ beijos

    Luana

    ResponderExcluir
  21. Meu deus,não sei se tem alguma relação, mas assisti um filme um tempo atrás chamado "se enlouquecer,não se apaixone" que o começo das histórias são bem parecidos mesmo, adoro o fato de livros jovens estarem tocando nesse assunto tão sério que é a depressão, ela realmene deve ser comentada desde sempre para mostrar que é uma doença série, com certeza leria, um livro que te indico nessa vibe é "A procura de audrey" aposto se gostou desse, irá gostar dele também

    ResponderExcluir
  22. Olá, tudo bom?
    Nunca tinha ouvido falar desse livro, mas, só de se tratar de um livro que fala sobre cobrança extrema que os jovens se fazem e que os leva a depressão eu já quero ler. Vi um filme no netflix uma vez que tinha um início beem parecido com o desse livro, mas, aparentemente o desenvolvimento era bem diferente. Fiquei triste em saber que o autor cometeu suicídio. Um dos casos onde a vida infelizmente não imitou a arte =/ ótima resenha!

    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  23. Gosto de livros que mostrem a pressão da sociedade perante a juventude, é uma pena que o próprio autor tenha se suicidado. Quero ler o livro, imagino se tratar de vários temas e trazer a tona os pensamentos de um personagem vazio, sem motivações e que quase se suicidou.

    ResponderExcluir
  24. Oi, tudo bem?
    Uau eu não conhecia esse livro ainda e posso afirmar que com toda certeza lerei ele em breve, achei que traz um enredo bem contagiante e diferente do que estou acostumada a ler e isso chamou minha atenção. Então com certeza lerei!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  25. Olá, Biel!
    Ultimamente tenho visto muitos livros com esse tema, mas não sei bem o porque, eles não me agradam tanto, pois eu quero fugir da realidade quando leio e não levar tantos tapas na cara hahahah Mas concordo que o tema é importante e darei mais chances. Esse livro parece ser interessante e gostei de saber que o autor aborda com algum humor. Eu também cobrava bastante de mim na escola haha
    Beijos, Garota Vermelha
    www.livrosdagarotavermelha.com.br

    ResponderExcluir